terça-feira, 17 de maio de 2011

Simplesmente me abrace


Simplesmente me abrace



E quando eu estiver triste, simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco, subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo, sutilmente disfarce

... quando eu estiver morto, suplico que não me mate, dentro de ti


(Samuel Rosa / Nando Reis)

Nenhum comentário:

Postar um comentário